Pular para o conteúdo principal

#Equivalência em medicina 2018#





Depois de muita espera, finalmente foi publicado o edital para o processo de Equivalência Médica de Portugal.
Neste momento apenas a Universidade de Lisboa iniciou o processo de equivalência, mas é provável que tenhamos mais universidades aderentes ao processo 2018.
O prazo para inscrição vai de 10 a 31 de outubro de 2018.

·         Período de submissão de candidaturas: 10 a 31 de outubro de 2018
·         Exame de Português: 30 de novembro de 2018
·         Prova de Conhecimentos: 10 de janeiro de 2019
·         Prova Prática: a decidir por cada escola médica
·         Apresentação da Tese: até 6 meses depois da realização da prova prática

Processo de candidatura à equivalência ao Curso de Mestrado Integrado em Medicina (CMIM) da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa (FMUL)
Requisitos para efetuar a candidatura:

    A candidatura é realizada presencialmente pelo candidato, ou por pessoa munida de uma procuração para esse efeito.

Documentação necessária:

·         Documento de identificação pessoal
·         Diploma do curso
·         Certificado de exames, com os resultados de todas as disciplinas que compõem a sua formação em Medicina
·         Programas analíticos e cargas horárias das disciplinas do curso realizado
·         Uma fotografia tipo passaporte;
·         Currículo Vitae atualizado;
·         Quatro exemplares, em suporte papel, do trabalho de conclusão
·         Conversão da escala numérica, tendo que entregar o documento comprovativo da classificação final do curso;
·         Documento de reciprocidade entre países, quando aplicável 
·         Tradução dos documentos para Língua Portuguesa
·         Preenchimento no ato da candidatura do impresso Modelo 525
·         Declaração sob compromisso de Honra em como não instruiu nenhum pedido noutra Escola Médica Portuguesa
·         Declaração assinada onde consinta expressamente o tratamento dos dados pessoais contidos na candidatura


Para mais informações acesse nosso site www.emportugalcoonsultoria.com.br ou entre em contato conosco pelo e-mail contato@emportugalconsultoria.com.br


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Conversão de escala das notas escolares brasileiras às portuguesas

                   Quando um aluno brasileiro transferir  ou  for reconhece suas competências acadêmicas em Portugal, precisará juntar aos documentos a equivalência entre as notas brasileiras e portuguesas.                                      O que regulamenta esta questão é a Portaria 699/2006 do Ministério da Educação Português, que aprova as tabelas comparativas entre o sistema de ensino português e outros sistemas de ensino. Equivalência entre sistemas de ensino de Portugal e Brasil                      O parâmetro de notas na conversão das escalas portuguesas e brasileira, serão as notas praticadas no sistema de avaliação de cada escola. Exemplificando;                 A escola X tem a escala de avaliação de 0 à 10 e tem como média para aprovação a nota 6.                 Então a escala de identificação de notas a ser usada será a escala 6 à 10.                                 Supondo-se que um aluno do ensino médio brasileiro tenha tirado not

Declaração de Responsabilidade Financeira

             A maioria dos estudantes, quando vai estudar em outro país, precisa apresentar, entre outros documentos, a justificativa de como será feita a sua subsistência durante o tempo que estará estudando.             Uma das formas de comprovar a subsistência é a declaração de responsabilidade financeira, feita por uma pessoa próxima que tenha condições de dar suporte financeiro para o estudante. É uma declaração da pessoa que será o responsável por pagar as despesas durante o tempo em que o estudante estiver no exterior. A declaração de responsabilidade financeira  deve conter os dados (RG e CPF) da pessoa que irá sustentar o estudante durante o período que estiver no exterior, os dados do estudante (RG, CPF e Passaporte), a data, o destino e o objetivo da viagem e o grau de parentesco entre o financiador e o estudante. Essa carta deverá ser assinada e autenticada em cartório e ser acompanhada de documentos comprobatórios da condição do declarante. Pode ser a declaraç

Como escrever uma CARTA DE MOTIVAÇÃO para mestrado, doutorado ou bolsa de estudos.

                       É frequente que as universidades portuguesas solicitem carta de motivação como parte da candidatura a uma graduação ou pós-graduação (mestrado ou doutorado). Para a candidatara a bolsa de estudos a carta é obrigatória e pode ser a diferença entre o sucesso e o fracasso.          A  Carta de Motivação  é o documento mais personalizado da candidatura – uma chance única de apresentar aos avaliadores quem você é além do seu currículo e do seu histórico acadêmico. É uma chance de oferecer  informações  relevantes e interessantes sobre sua trajetória e provar que é a pessoa certa e mais motivada entre os candidatos concorrentes.          É necessário escrever uma carta que seja concisa, objetiva e convincente no seu propósito de “vender-se”.   Este é um modelo campeão; Gustavo Torres, de 17 anos, foi aprovado em cinco universidades de excelência dos Estados Unidos: Columbia, Duke, Harvard, MIT e Stanford. VEJA AQUI a tradução da carta de motivação apresenta