Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2018

Agora você pode estudar Odonto e Veterinária em Portugal!

Até 2017 brasileiros não poderiam ingressar como alunos internacionais, seja em universidades públicas, seja em universidades privadas. Em 2017 o Ministério de Ciência, Tecnologia e ensino superior publicou um despacho autorizando o ingresso de alunos internacionais nos cursos de medicina dentária e medicina veterinária em universidades PRIVADAS.
Assim, sendo você, um aluno brasileiro que fez ENEM e está interessado em estudar em Portugal, poderá candidatar-se as vagas para os cursos de medicina dentária e veterinária. Os dois cursos são mestrados integrados, duram 5 anos e o aluno sairá com a titulação de mestre. Para estudar medicina dentária você poderá optar pelas universidades; Instituto universitário de ciências da saúde, Instituto universitário Egas Moniz, Universidade Católica Portuguesa e Universidade Fernando Pessoa.
Quem deseja cursar medicina veterinária as opções são Escola Universitária Vasco da Gama e Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias. Lembrando que, o alun…

Licenciatura e mestrado integrado na área da Saúde

A CESPU abre, de hoje, 26 de março à 9 de abril,  a segunda fase de inscrições para os alunos internacionais. Esta é uma universidade privada, mas ainda assim os valores são competitivos com os valores pagos pelos alunos internacionais nas universidades públicas.
Esta é a segunda fase e o número de vagas já é menor que a fase anterior, mas ainda assim é tempo para se candidatarem os interessados em diferentes áreas;
     Abaixo uma relação dos cursos e dos valores em parcela única anual. Lembrando que estes valores podem ser divididos em até 12 vezes.
Licenciatura/Mestrado integrado PARCELA ÚNICA ANUAL- Euros Bioquímica 3.990 Ciências Biomédicas 3.990 Ciências da Nutrição 4.532 Ciências Farmacêuticas 5.300 Ciências Laboratoriais Forenses 3.990 Medicina Dentária (mestrado integrado)

Qual a diferença entre pós-graduação lato sensu e stricto sensu?

Você terminou sua graduação e deseja continuar seus estudos. Aí bate aquela dúvida, o que fazer como pós-graduação, um mestrado, um MBA, uma especialização?
            Para lhe ajudar a decidir, descrevemos abaixo os cursos e como se enquadram na linguagem acadêmica;
            Em primeiro lugar precisamos entender que as formações posteriores à graduação (licenciatura aqui em Portugal), podem ser de lato sensu ou stricto sensu;
            As pós-graduações lato sensu compreendem programas de especialização e incluem os cursos designados como MBA (Master Business Administration). Com duração mínima de 360 horas, ao final do curso o aluno obterá certificado e não diploma.

Especialização
       Com uma orientação técnico-profissional, uma Especialização irá aprofundar os seus conhecimentos na área em que você se formou, direcionando sua Graduação. Normalmente, opta por uma Especialização quem é recém-formado e a duração média é de um ano. No final, você recebe um certificado de…

Estude Odontologia em Portugal

Os brasileiros podem cursar Odontologia ou Medicina dentária (como é chamado aqui) em universidades privadas Portuguesas. Abaixo relatamos as vantagens e custos de você fazer este curso em Portugal;
Na formação de 5 anos o aluno finaliza o período com a titulação de mestre em Medicina Dentária e este é o grau e a titulação que terá reconhecidos, caso tenha interesse em retornar ao Brasil.

Titulação internacional. Com o mestrado integrado português é possível atuar nos 28 países da União Europeia e se desejar retornar ao Brasil, poderá fazer o reconhecimento da titulação como mestre em Odontologia.

Os cursos de odontologia nas universidades privadas Portuguesas tem o custo anual aproximado de 7000 euros. Em valores de hoje, aproximadamente 28.000 reais por ano. Estes valores são parcelados entre 8 e 12 vezes, dependendo da Universidade.
O ingresso pode ser feito pelas notas do ENEM, prova em Portugal , transferência ou reingresso diplomado.

Ficou interessado?
Se deseja estudar em Por…

Portugal precisa de dentistas?

A Ordem dos Médicos Dentistas de Portugal publicou, no início de 2017, um relatório muito interessante sobre o número de profissionais existentes, sua distribuição no país e os dados comparativos a outras cidades europeias.
           Alguns dados importantes;
          O total de médicos dentistas registrados na Ordem é de 10.688 e destes 9.271 estão ativos. Entre 2010 e 2016 houve o crescimento de 36,8% no número de profissionais, e o aumento de 256 % no número de inativos. Estes inativos são profissionais que suspenderam sua atuação em território nacional ou se afastaram definitivamente.
          Dos profissionais ativos, 77% possui menos de 45 anos e 59,1% são mulheres e somente 445, ou seja 4,79% são brasileiros.
          Um dado importante para quem pensa em residir em Portugal é a densidade de médicos dentistas por habitante. A média de Portugal é de 1153 hab./prof., no entanto nas regiões do Baixo além Tejo e Lezíria do Tejo é de mais de 2.751 habitantes por profissional. A regi…

Vai Morar em Portugal? Saiba como funciona a saúde pública e privada.

O sistema de Saúde pública de Portugal, de maneira geral, funciona bem. Embora seja saúde pública, não é gratuita, como no Brasil. Todas as pessoas pagam taxas moderadoras que variam de acordo com o procedimento e categoria do paciente.               Os Centro de Saúde são os locais para onde você se direcionará, caso necessite atendimento de saúde. Nos casos de urgência podem ser procurados os hospitais. Em Portugal, como em toda a UE, o sistema de saúde pode ser acionado gratuitamente pelo número 112             Ao ir residir em Portugal você irá morar em uma freguesia (bairro) e deverá se cadastrar no  Sistema Nacional de Saúde(SNS) que orientará o centro de saúde mais próximo à sua residência. Deverá então comparecer ao mesmo portando seus documentos de identificação (cartão cidadão/autorização de residência, comprovativo de residência e o Certificado de direito à assistência Técnica – CDAM, normalmente chamado de PB4), lá receberá o seu número de utente.               Com…

Veja como brasileiro pode estudar medicina em Portugal!

Em Portugal os cursos de Medicina são oferecidos apenas pelas universidades públicas e o Governo Português proíbe a candidatura aos cursos de Medicina para o estudante internacional.  O Estudante Internacional pode fazer Mestrados e doutorados em medicina, mas não o mestrado integrado (licenciatura com mestrado). No entanto, para realizar o mestrado ou doutorado, o estudante deverá apresentar o seu diploma de medicina, entre outros documentos. O curso de medicina é um mestrado integrado com a duração de 6 anos. O Internato Médico realiza-se após a licenciatura/mestrado integrado em Medicina e corresponde a um processo de formação médica especializada, teórica e prática, que tem como objetivo habilitar o médico ao exercício tecnicamente diferenciado na respetiva área de especialização. É feito através de processo concursal. Mas eu disse que era possível, então relato abaixo as opções para que você possa candidatar-se a uma vaga; a)Residir Legalmente em Portugal há mais de 2 anos Neste caso…

64 milhões de euros para estímulo ao emprego científico

Em fevereiro foi feita a renovação das parcerias entre Portugal e a Universidade Carnegie Mellon, o Instituto de Tecnologia do Massachusetts (MIT), a Universidade do Texas em Austin (todos nos EUA) e a Sociedade Fraunhofer (Alemanha). E o programa GoPortugal – Parcerias Globais de Ciência e Tecnologia para Portugal, como se chama, é para continuar até 2030.

     Aprovou-se em Conselho de Ministros o financiamento de 64 milhões de euros até 2023 para estas parcerias e assinaram-se os seus contratos no Centro de Engenharia e Desenvolvimento de Produto (Ceiia), em Matosinhos.

     Como grandes objectivos para esta nova fase estão o estímulo ao emprego científico e o desenvolvimento do AIR Centre – Centro de Investigação Internacional do Atlântico, nos Açores.

     Nestes últimos dez anos, Portugal financiou em cerca de 120,5 milhões de euros estas quatro parcerias. E mais de mil docentes, investigadores e empresários participaram nelas, mais de 1500 estudantes de mestrado e doutora…